Entenda as diferenças entre o inglês australiano e americano

inglês australiano

Se você vai passar algum tempo em outro país, seja para passear, seja para fazer um intercâmbio, dominar a língua inglesa é indispensável. Afinal, ela é tida, por muitos, como um idioma universal. Porém, se já é fluente no inglês americano, saiba que isso pode não ser suficiente, caso vá para algum lugar que precise utilizar o inglês australiano.

Isso acontece pelo fato de a língua apresentar variações de país para país. Saber quais são as gírias, expressões e sotaque de um lugar é muito importante para que você entenda um pouco da cultura e dos hábitos de vida local. É preciso saber que essas alterações da língua não são motivos para se assustar. Você só deve se aprofundar um pouco mais nos estudos e embarcar na viagem dos sonhos.

Dessa forma, se pretende fazer um intercâmbio na Austrália, deve continuar a leitura do post e descobrir as principais diferenças entre o inglês americano e o inglês “aussie”. Vamos lá?

Conheça os motivos das diferenças do inglês em diversos países

O idioma inglês nasceu na Inglaterra. Essa Nação colonizou vários países, dentre os quais os Estados Unidos da América (EUA) e a Austrália.

Ocorre que, com o passar do tempo, cada povo adquire características próprias. Por isso, apesar de seus idiomas terem partido do mesmo lugar, cada um tem as suas peculiaridades.

É válido ressaltar que essas diferenças estão muito mais presentes no sotaque, nas gírias e nos termos do que na gramática propriamente dita. Isso acontece por causa de fatores históricos e culturais. Afinal, os costumes, as crenças, assim como as influências de outros lugares, de imigrantes e as novas experiências, interferem diretamente no modo de falar.

A língua é dinâmica, muda com frequência. Assim, pode ser que daqui a alguns anos outras diferenças tenham surgido.

Saiba quais são as principais diferenças entre o inglês australiano e o inglês americano

Como já foi apontado acima, o inglês da Austrália e o dos Estados Unidos apresentam várias diferenças. Nesse sentido, é de grande importância que você saiba quais são essas variações para que não cometa equívocos durante sua estadia no país dos cangurus.

Uma expressão pode ter significados bem distintos. Como não queremos que passe por dificuldades de interpretação, mostraremos a seguir algumas diferenças entre as línguas. Continue a leitura!

Sotaque

Uma característica bem peculiar do sotaque australiano é que não falam as palavras por extenso. Eles gostam muito de encurtá-las. Nesse sentido, enquanto nos EUA fala-se “what?”, “going”, “fishing” e “forever” na Austrália pronuncia-se “wha?”, “goin”, “fishin” e “foreva”.

Outro ponto comum entre os australianos é a troca do “r” por vogais no final de algumas palavras. Esse fato não se verifica no inglês norte-americano, pois a referida consoante é pronunciada de forma bem puxada.

Você também vai perceber o uso diferenciado do “tt”. Nos Estados Unidos, a pronúncia fica bem próxima do “D”, já na Austrália emite-se o som de “T”.

Além disso, há uma diferença na fala de palavras como “day”. No inglês australiano se diz “dai”, enquanto no americano, “dei”.

Gírias

As gírias dizem muitas coisas sobre a cultura e o modo de ser de um povo. Elas estão presentes em abundância no dia a dia dos australianos. Várias delas surgiram por causa de frequentes abreviações de palavras.

Assim, para você já começar a se sentir um verdadeiro descendente de aborígenes, confira algumas expressões que separamos e as suas palavras correspondentes do inglês americano e do português:

  • Gday = hello (olá);
  • lollie = candy (doces);
  • barbie = barbecue (churrasco);
  • tellie = television (televisão);
  • ambo = ambulance (ambulância);
  • bikkies = biscuits (biscoitos);
  • presie = Christmas present (presente natalino).

Termos

Existem alguns termos considerados comuns nos dois países, mas que têm formas bem diferentes de escrita. Veja alguns deles, com a palavra australiana à esquerda e sua correspondência no inglês dos Estados Unidos à direita:

  • blokes = boys (garoto);
  • sheilas = girls (garota);
  • hooroo =  good bye (tchau);
  • foot path = sidewalk (calçada);
  • car park = parking lot (estacionamento);
  • rubber = eraser (borracha).

Escrita e gramática

Se você tem mais familiaridade com o inglês britânico do que com o americano, saiba que terá uma maior facilidade para se comunicar na terra dos cangurus. A diferença é bem sutil, por isso é preciso ficar atento para não escrever palavras erradas.

Nesse sentido, nos EUA escreve-se center e theater (com final -er). Já na Austrália a escrita é centre e theatre (utiliza-se a terminação -re).

Outro detalhe na ortografia é que, na Austrália, os termos que terminam com o som –ize são grafados com –ise. Porém, no inglês americano, a grafia é com –ize.

Fique atento também a palavras como favour e favor. Na Austrália a escrita correta é a que contém –our. Nos Estados unidos, a grafia é com –or.

No que diz respeito a questões gramaticais, um ponto de diferença é o uso de artigo antes do substantivo em algumas colocações australianas. Por exemplo: “did you eat the strawberry?”. Isto não ocorre nos EUA.

Veja como identificar o inglês australiano pelo som da palavra

Uma maneira muito usada para diferenciar as duas formas de falar o inglês é pelo som emitido. Porém, essa tarefa não é tão simples para os iniciantes. Para que você perceba a diferença é preciso que já tenha uma boa fluência.

Um exemplo é a pronúncia da letra “o”, a qual é mais aberta nos Estados Unidos e mais fechada na Austrália. Além disso, com o tempo de prática, você perceberá uma diferença na sílaba mais forte de alguns termos. Isso acontece, por exemplo, na palavra garage, na qual a sílaba tônica é o “ga” para o povo australiano e o “ra” para os americanos.

Deu para perceber que existem muitas diferenças entre o inglês australiano e o americano? São pequenos detalhes, mas que são de grande relevância para quem pretende passar alguns dias na famosa terra dos cangurus. Agora que você já conhece os principais contrastes entre as duas línguas, já pode arrumar as malas e fazer aquela viagem dos sonhos para a Austrália.

Este post foi útil para você? Então siga a gente no Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no YouTube, para ter acesso a outros ótimos conteúdos.

Mail