Nivelamento de inglês: como o teste é aplicado para o intercâmbio?

Aprender um novo idioma, aprimorar a carreira profissional, obter experiência pessoal, conhecer lugares e culturas diferentes são alguns dos motivos pelos quais muitos escolhem fazer um intercâmbio. Contudo, para colocar esse desejo em prática, é necessário passar por uma série de etapas, entre elas está o teste de nivelamento de inglês.

Não há dúvidas de que os conhecimentos que você já tem será o ponto de partida para os seus estudos no exterior. Nesse sentido, saber qual é o seu nível de inglês é essencial para determinar a duração do intercâmbio. Afinal, o teste de nivelamento é um processo necessário para identificar em qual estágio você está.

Sendo assim, preparamos este artigo com o intuito de esclarecer as principais dúvidas a respeito do curso de inglês durante o intercâmbio e como é realizado o nivelamento das turmas. Confira!

Como é aplicado o teste de nivelamento de inglês para as turmas de intercâmbio?

O teste de nivelamento é realizado em duas etapas. A primeira é feita aqui no Brasil pela agência de intercâmbio. Esse processo é usado para avaliar o nível de inglês do aluno e, assim, fornecer um cadastro completo para a instituição de ensino no qual ele será matriculado no exterior.

A segunda etapa, é feita pela própria universidade que o estudante vai estudar. Essa avaliação é aplicada para todos os alunos iniciantes já no primeiro dia de aula. Isso porque as escolas costumam montar as turmas de acordo com o nível de conhecimento que cada um tem sobre o idioma.

Ou seja, o objetivo do teste é direcionar o aluno para uma turma que tenha o mesmo nível de conhecimento e dificuldades que ele para que, assim, seja mais fácil a sua evolução. No entanto, apesar da semelhança na forma de aplicação dos testes, ainda é possível que ambos apresentem resultados diferentes.

Isso pode acontecer caso o aluno esteja nervoso ou ansioso na aplicação do segundo teste, o que certamente influenciará o resultado. Por isso, em casos de divergência de performance ou em situações em que o acadêmico sente que está em uma turma com um nível de conhecimento muito diferente do seu, existe a possibilidade de ser feita uma nova avaliação.

O que é avaliado no teste?

Normalmente, os testes são atualizados com frequência e podem variar de uma instituição para outra. Em geral, o estudante tem um tempo limite para a realização do teste, em que será avaliado habilidades como:

  • reading/ leitura: nessa etapa é avaliado a capacidade do aluno de compreender informações simples e interpretar dados com base na leitura de um texto;
  • listening/ compreensão oral: o aluno ouve um diálogo sobre um determinado tema e, em seguida responde algumas questões sobre o tema proposto. Essa avaliação tem o objetivo de observar a habilidade de compreender informações simples e interpretar dados;
  • speaking/ conversação: por meio de um diálogo, o aluno tem que responder algumas perguntas do cotidiano em inglês com o objetivo de demonstrar sua habilidade em falar em outro idioma.

O que ocorre pós nivelamento?

Como já foi mencionado, o nivelamento das turmas é feito por meio de um teste aplicando no primeiro dia de aula para avaliar qual o nível de inglês do aluno. Normalmente, o resultado é entregue junto com o material didático no mesmo dia e o estudante já é encaminhado para a turma onde vai permanecer até o final do curso.

Como funciona o curso de inglês durante o intercâmbio?

Os cursos de inglês vai variar conforme o país de destino e a instituição escolhida. Para estudar na Austrália, por exemplo, você precisará solicitar a admissão em uma instituição de ensino e também um visto de estudante do governo australiano. Para tanto, é necessário seguir algumas etapas como:

  • enviar sua inscrição para a instituição escolhida;
  • receber e aceitar uma Carta de Oferta;
  • receber a Confirmação de Inscrição Eletrônica (eCoE).
  • solicitar seu visto de estudante.

Após a realização dessas etapas, já pode fazer a sua inscrição desde que atenda às seguintes exigências:

  • requisitos acadêmicos;
  • requisitos de língua inglesa;
  • comprovar renda fixa para apoiar seus estudos;
  • dispor de plano de saúde.

O que é avaliado no curso?

Quando se decide aprender um idioma em outro país é preciso ter em mente que, diferentemente da sala de aula em que são recitados apenas palavras, você vivenciará uma experiência no mundo real. Isso significa que não será apenas sobre aprender uma língua, mas como usá-la na vida cotidiana.

Por isso, é muito importante definir seu objetivo, pois ter uma meta traçada vai facilita a sua escolha. Diante disso, as universidades oferecem uma variedade de cursos de inglês para atender às diversas necessidades e objetivos, como:

  • inglês geral: esse curso tem o objetivo de desenvolver a habilidade de comunicação (ouvir e falar), a fim de melhorar a capacidade geral para acessar cursos de nível superior, aperfeiçoar o inglês para o uso diário, viagens ou para fins profissionais;
  • inglês para fins acadêmicos: prepara o aluno para ingressar em uma universidade de língua inglesa;
  • inglês para fins específicos (ESP): esse curso é ideal para quem quer aprender o inglês falado e escrito para um contexto específico como negócios, atuar no segmento da aviação ou turismo, por exemplo;
  • preparação para exames: prepara o aluno para exames de proficiência em inglês como IELTS, TOEFL, TOEIC ou o Cambridge First Certificate;
  • inglês para ensinar: capacita o aluno para dar aulas em instituições de ensino;
  • excursões de estudo: esse curso combina o inglês geral com atividades esportivas, sociais, turísticas, culturais e treinamento profissional.

Qual a duração do intercâmbio?

A duração do intercâmbio vai depender de fatores como disponibilidade de tempo e recursos. Os pacotes são contratados por semana, sendo que o mínimo é de 2 semanas e o máximo de 48, e os cursos são cíclicos.

Nesse sentido, para um estudante com nível de inglês básico que deseja aperfeiçoar sua comunicação no idioma é ideal contratar um pacote com duração mínima de 24 semanas. Já para aqueles que visam o nível avançado, é recomendado o curso de 32 semanas.

Alunos que já têm um conhecimento entre intermediário e avançando e desejam apenas aperfeiçoar a sua fluência no idioma podem optar por um curso com duração de 12 semanas. De qualquer forma, é válido lembrar que a evolução depende do desempenho de cada um, por isso é muito importante respeitar o seu próprio tempo.

Como se preparar para fazer um bom teste?

Geralmente, os testes para nivelamento de idioma são bastantes simples. Contudo, para você ter a certeza de que vai conseguir bons resultados é preciso organizar todos os seus conhecimentos no papel para revisar o conteúdo.

Além disso, para ajudá-lo ainda mais com os estudos, é possível fazer testes de nivelamento de idioma online, essa alternativa permite que você saiba como o teste funciona na prática e, assim, consiga diminuir o nervosismo que muitas das vezes é o principal responsável por afetar o desenvolvimento do aluno. Por fim, tenha em mente que não existe resultado certo ou errado nesse tipo de prova. Afinal, o objetivo é descobrir qual será o ponto de partida dos seus estudos.

Com base nessas informações, fica claro que o nivelamento de inglês é um processo fundamental para a organização das turmas de intercâmbio. Além disso, é uma maneira eficiente de você saber qual o seu nível atual de inglês, por meio dessa informação se torna mais fácil escolher a melhor opção para aprimorar ainda mais o seu nível no idioma.

Gostou do artigo e quer saber mais sobre o assunto? Então, não perca tempo e venha conhecer a agência Australian Centre para esclarecer as suas dúvidas e aproveite para fazer um orçamento.

Mail