O que devo fazer para morar em Sydney?

morar em Sydney

A mais famosa cidade da Austrália, Sydney atrai jovens do mundo todo que desejam mais qualidade de vida, sem abrir mão de tudo que uma grande metrópole tem a oferecer. Se você sonha em morar em Sydney, este post foi feito para você!

A cidade recebe estudantes, intercambistas e até mesmo profissionais que buscam uma boa oportunidade de trabalho fora de seus países de origem. Cada uma dessas possibilidades exigem cuidados e procedimentos legais específicos, sobre os quais falaremos a seguir.

Continue acompanhando o nosso post de hoje e descubra o que você precisa fazer para morar em Sydney!

Por que morar em Sydney?

Sydney é a maior cidade australiana em número de habitantes, com população de, aproximadamente, 4 milhões e 700 mil pessoas. A cidade é a capital do estado de Nova Gales do Sul e, apesar do que grande parte das pessoas pensam, ela não é a capital da Austrália. No entanto, Sydney é o maior centro cultural e econômico do país.

Tal qual as maiores metrópoles do mundo, a cidade é multicultural e recebe turistas e imigrantes do mundo inteiro de braços abertos. Para quem deseja uma oportunidade de trabalho, as áreas de turismo, finanças e manufaturas têm os mercados mais fortes da região.

A cidade também conta com algumas universidades de ponta, que são referência em todo o mundo, como a Universidade de Sydney, a Universidade de Nova Gales do Sul e a Universidade de Tecnologia de Sydney.

A infraestrutura da cidade também é um diferencial que a torna um dos melhores lugares do mundo para se viver. Quem opta por morar por lá contará com transporte público de qualidade, um bom sistema de saúde e baixos índices de criminalidade. Tudo isso faz com que a cidade seja a melhor opção para quem deseja viver na Austrália.

Quais são as possibilidades para morar em Sydney?

Como dissemos no início do texto, a maioria dos imigrantes que vivem em Sydney procuram a cidade para estudar ou trabalhar, seja temporária ou permanentemente. Independentemente de qual seja a opção, quem escolhe Sydney como destino para morar certamente não se arrependerá!

Cada uma dessas possibilidades conta com um tipo de visto específico e exigem alguns procedimentos legais que devem ser feitos com atenção.

Para conseguir um visto de entrada no país é preciso estar atento a alguns detalhes para cada situação.

Veja quais são as possibilidades de visto e como conseguir cada um deles:

Sponsor

Quem deseja morar em Sydney para trabalhar pode buscar um visto do tipo Sponsor. Nesse caso, é necessário já ter garantido, com alguma empresa local, uma vaga de emprego fixa, em que você se tornará um funcionário registrado.

No processo Sponsor, o empregador “pagará” para ter você em seu quadro de funcionários. Naturalmente, esse tipo de visto é mais comum em empresas e profissões específicas, que exigem profissionais altamente qualificados em sua área de atuação. Esse visto garante a permanência no país enquanto durar o contrato de trabalho, sem restrição de carga-horária.

Working Holiday Visa

Esse tipo de visto não é liberado para brasileiros, no entanto, pode ser obtido por aqueles que detêm passaporte duplo — como o italiano, por exemplo, bastante comum no Brasil. O Working Holiday Visa permite que o imigrante permaneça no país por um ano, com possibilidade de prorrogação por mais um ano, com permissão para trabalhar e estudar na Austrália.

Mas há algumas restrições: você poderá trabalhar apenas por seis meses, com o mesmo empregador, e só poderá se matricular em cursos de inglês de, no máximo, quatro meses de duração. Além disso, apenas jovens de 18 a 31 anos estão aptos a conseguir esse tipo de visto.

Skilled Migration Program

Aqueles que desejam um visto de permanência para viver em território australiano podem tentar um visto por meio do chamado “teste dos pontos”. Esse teste atribui uma pontuação a quem solicita vistos de permanência de acordo com sua formação e qualificação profissional, de forma a mensurar quem está apto a permanecer no país.

Esse também é um dos critérios usados pela imigração do país para suprir a carência de profissionais de determinadas áreas. Dessa forma, se você tem qualificação e deseja atuar em alguma profissão que está em falta por lá, terá mais chances de conseguir um visto para trabalhar na Austrália.

O Skilled Migration Program concede vistos de residência, com permissão para estudar, atuar profissionalmente e entrar e sair do país sem tempo de permanência preestabelecido.

Vistos de estudante

Como você viu no tópico anterior, quem deseja fazer graduação ou pós-graduação em Sydney encontrará ótimas opções de universidades de alta qualidade e com reconhecimento internacional.

Além disso, o destino também é um dos preferidos de quem deseja se aprofundar nos estudos de língua inglesa. Existem inúmeras agências especializadas em intercâmbio para quem deseja permanecer por alguns meses em Sydney para aprender ou aperfeiçoar o inglês, o que facilita bastante na hora de conseguir o visto.

Para estudar no país, é necessário conseguir um visto de estudante, que é concedido para cursos acima de 12 semanas. Além disso, o país permite a permanência do estudante por mais um ou dois meses após o término do curso.

Os cursos de um ano de duração, por exemplo, contam com algumas semanas de férias — entre o período de estudo. Nesse período, o aluno tem a possibilidade de conhecer outras cidades da Austrália ou mesmo viajar para outros países próximos.

Os vistos de estudante também permitem que o intercambista trabalhe no país durante sua permanência. No entanto, o regime é limitado: é possível trabalhar por, no máximo, 40 horas quinzenais durante as aulas.

Nossa dica final para quem deseja morar em Sydney é fazer um bom planejamento financeiro, especialmente para quem deseja estudar e não poderá trabalhar em tempo integral. Isso porque, apesar das remunerações serem muito superiores às do Brasil, o custo de vida na cidade é bastante alto. Além disso, em geral, é preciso comprovar que você terá condições financeiras para se manter no país durante o período de permanência.

Gostou das informações que trouxemos neste post? Então aproveite para saber mais sobre os encantos da maior metrópole da Austrália no nosso post sobre os melhores points de Sydney!

Mail