Quais são as melhores cidades para trabalhar na Nova Zelândia?

Que a Oceania preserva cenários incríveis, costumes e tradições extraordinárias e um povo sempre de alto astral, disso ninguém duvida. Porém,  imaginou visitar um dos países mais exóticos do mundo, podendo estudar e ganhar dinheiro por ? Pois é, pensando nisso, preparamos este post com dicas de algumas das principais cidades para trabalhar na Nova Zelândia. 

Uma das vantagens que o governo local oferece é a permissão de trabalho para estudantes estrangeiros que decidem fazer um intercâmbio cultural. Sem dúvidas, esta é a grande oportunidade para quem quer ter um diploma internacional e ainda dar um gás no currículo, com uma experiência fora do Brasil.

Quer conferir quais as cidades que mais oferecem oportunidades? Então, se liga nas dicas abaixo! 

1. Wellington 

Entre as melhores cidades para trabalhar na Nova Zelândia, sem dúvidas a capital, Wellington, é uma das que mais se destacam. Afinal, grandes empresas se localizam ali e, consequentemente, há maior número de oportunidades de emprego. 

Além disso, quem vive na cidade não tem o que reclamar, a começar pelo clima quente e temperado, que dura praticamente o ano inteiro. No entanto, uma das características principais é o grande volume de chuva, o que não interfere em nada a agitação e beleza da capital, mas requer adaptação, principalmente se você está acostumado a viver em locais mais secos. 

Para quem curte praias e natureza, a cidade também não deixa a desejar e oferece excelentes opções de locais a se conhecer, como a famosa Oriental Bay e a Island Bay. Outra grande vantagem de optar por um intercâmbio na capital da Nova Zelândia é que Wellington é extremamente cosmopolita, moderna, simpática e recebe residentes do mundo todo.

Portanto, muito além do aprendizado do idioma, você terá contato direto com diferentes culturas, o que potencializa ainda mais suas chances de conquistar as melhores vagas de trabalho. 

2. Auckland 

A maior metrópole do país é também uma das melhores cidades para trabalhar na Nova Zelândia. Com uma economia estável e aquecida, diversos investimentos e empresas surgem a cada ano na região, fomentando ainda mais as oportunidades para quem vem de fora. 

Além disso, Auckland ostenta algumas das melhores escolas e universidades da Oceania, com uma variedade imensa de programas de intercâmbio, como a Graduação Sanduíche (Study Abroad), Ensino Médio (High School), bachareladospós-graduações e até mestrados, por exemplo. 

Quanto à qualidade de vida, podemos resumir lembrando apenas que a cidade  foi eleita a terceira melhor para se viver no mundo todo, segundo o “Quality of Living Index 2017”, da Mercer.

Entre praias, rios e parques, Auckland, apesar de bem grande, ainda preserva muitas áreas verdes e uma natureza exuberante, com cenários perfeitos para atividades físicas, esportes ou apenas para relaxar. Com certeza, uma das melhores opções para um intercâmbio na Nova Zelândia e com um mercado de trabalho bem aquecido e diverso. 

3. Tauranga 

 pensou trabalhar na beira da praia em uma das cidades mais encantadoras da Nova Zelândia? Essa é uma possibilidade para quem opta por um intercâmbio em Tauranga. Além das águas cristalinas e de uma natureza incomparável, a cidade surpreende pela sua economia em constante crescimento. É considerada referência nas áreas de comércio, moda e ciências, além de abrigar o maior porto de exportação do país.  

Tudo isso tem chamado a atenção de estudantes estrangeiros que veem uma oportunidade de estudarem e conquistarem uma vaga de emprego numa cidade praiana, bem estruturada, porém bem mais tranquila que as demais metrópoles. 

cenário de Tauranga é marcado por dias ensolarados, praias incrivelmente lindas e até um parque natural de águas quentes próximo ao rio Wairoa. Perfeito, não é mesmo? Com opções de cursos e com instituições de ensino que recebem estudantes estrangeiros por meio de programas de intercâmbio, a cidade também se inclui perfeitamente em nossa lista de cidades para trabalhar na Nova Zelândia.

4. Christchurch 

A mais britânica entre as neozelandesas, Christchurch é famosa por seus fantásticos parques e jardins, preservados com esmero. A cidade é também a maior da Ilha do Sul e um dos principais pontos turísticos do litoral da Nova Zelândia.

Suas simpáticas ruas são repletas de restaurantes, cafés, hotéis e bares, o que pode tornar seu roteiro mais completo e divertido e que também pode oferecer inúmeras oportunidades de emprego. 

Para conquistar uma dessas vagas, é fundamental contar com um peso extra no currículo e o que não faltam na cidade são excelentes opções de cursos e instituições. A CCELpor exemplo, oferece inúmeros cursos de inglês, desde os básicos aos mais avançados.  a Southern Institute of Technology conta com opções para obtenção de certificados e diplomas técnicos.  

Por fim, há na cidade a University of Canterbury, que está entre as três principais universidades do país, com uma estrutura moderna e diferenciada, para nenhum estudante botar defeito. Todas essas opções permitem que o intercambista trabalhe legalmente, durante o programa, em qualquer empresa australiana e ainda possa se qualificar em uma instituição reconhecida e de excelente reputação. 

5. Queenstown 

Quem prefere fugir para o interior, levar uma vida mais tranquila, às margens do lago Waktipu, com águas cristalinas e morar cercado de montanhas, Queenstown é o seu lugar. Apesar de pequena, a cidade é destino de muitos estudantes estrangeiros, incluindo os brasileiros, e podemos garantir que oportunidades de trabalho não faltam por . 

O fato é que se trata de uma cidade universitária (isso significa muitas festas também) e com um turismo bem movimentado, chegando a dobrar a população durante a alta temporada. Tudo isso gera oportunidades excelentes de emprego, em especial para quem estuda na região, tendo em vista que a mão de obra é escassa. 

Além de contar com boas universidades e escolas, Queenstown é perfeita para quem curte viajar, conhecer lugares novos e praticar esportes radicais. Pequena, simpática e, ao mesmo tempo, completa! 

Enfim, estas são as principais cidades para trabalhar na Nova Zelândia. Com o fim dos estudos, boa parte dos jovens neozelandeses buscam oportunidades na Austrália ou em outros países, o que gera uma grande demanda de mão de obra estrangeira no país.

As áreas são variadas e vão desde agricultura a engenharia civil, passando pelo turismo e pela arquitetura. Para facilitar, o governo sempre atualiza uma lista com as principais necessidades para quem deseja morar no país.  

Gostou do post?  se imaginou aproveitando uma oportunidade desse tipo? Então, está esperando o que? Para não perder nenhuma dica e embarcar nessa aventura assim que possível, se inscreva logo em nossa newsletter e receba tudo em primeira mão!

Mail