Saiba mais sobre os tipos de visto: trabalho, estudo e turismo

Tipos de visto

Se você pretende viajar ou estudar no exterior, provavelmente já se pegou pensando nas dificuldades de se adaptar ao clima, ao estilo de vida e, principalmente, à alta do dólar. No entanto, quem opta por um intercâmbio na Austrália ou na Nova Zelândia sabe que existem alguns tipos de visto para cada ocasião. Afinal, a Oceania se aproxima em muita coisa ao Brasil, além de contar com a facilidade de ingresso por meio de diferentes tipos de visto que esses países oferecem aos estrangeiros.

Os benefícios tornam a região um excelente destino para estudo e trabalho, com condições bem vantajosas aos brasileiros em comparação a outros países, a começar pela moeda e um estilo de vida muito mais amigáveis para nós.

Se você quer saber o que precisa para iniciar toda essa jornada, neste post, separamos algumas dicas essenciais sobre quais são os vistos necessários para você ir à Austrália ou Nova Zelândia. Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura e vem com a gente!

Quais os principais tipos de visto para a Austrália e para a Nova Zelândia?

Tanto na Austrália, como na Nova Zelândia, o governo permite a permanência de estrangeiros por meio de diversos tipos de visto. No entanto, vamos focar somente nos principais e mais comuns, que dão acesso aos seus territórios. Quer ir a trabalho, estudo ou passeio? Veja qual o mais apropriado para o seu perfil e aproveite as oportunidades.

Visto de estudo

Entre as opções, essa é sem dúvida, a principal porta de entrada, tanto para a Austrália, quanto à Nova Zelândia. Como o próprio nome já sugere, esse documento permite que você estude em um dos dois países. Porém, o da Austrália, tem a grande vantagem de conceder também uma permissão de trabalho legal, enquanto cursa em uma escola.

Ele é destinado aos estudantes que pretendem fazer algum curso de pelo menos 14 semanas. Sua validade varia de acordo com o prazo de duração de seus estudos. O período de trabalho é de 40 horas quinzenais (desde que as aulas tenham começado) e você ainda conta com um mês inteiro de férias, ao terminar os estudos. Tempo suficiente para aproveitar as belezas infinitas desses lugares.

Além disso, cônjuges, companheiros e filhos menores de idade podem ser inclusos no processo de obtenção do visto, quando conseguem comprovar evidências de relacionamento com o intercambista. As exigências devem ser consultadas no site do Department of Home Affairs (DOHA).

Em relação aos documentos necessários para o visto de estudante na Austrália ou Nova Zelândia, são basicamente formulários específicos, exames de saúde, comprovanção de renda para todo o período que permanecer lá, além das taxas consulares. Como a lista de exigências pode variar para cada caso, o ideal é buscar informações com uma assessoria especializada para dar todo o suporte necessário, assim como os investimentos precisos.

Na Nova Zelândia, o estudante que deseja cursar algum curso no país a partir de 14 semanas, já pode optar por um visto de estudante. Para aplicação de visto no Brasil, todo o processo de visto é online. No entanto, para maior comodidade e rapidez, o melhor caminho para obter os vistos é por meio de uma agência de intercâmbio, tendo em vista, que os documentos exigidos variam de acordo com a duração dos cursos.

Visto de turista

Esse tipo de visto na Austrália é indicado àqueles que pretendem entrar no país a lazer, visitar amigos ou familiares e, além disso, aproveitar o mesmo período para estudar. A validade do visto é de 3 meses e os cursos podem ter duração de 12 semanas. Diferentemente do visto de estudos, o de turista não concede a permissão de trabalho ou qualquer atividade remunerada ao visitante e também não inclui outros membros da família no mesmo pedido.

Dentro do prazo de validade e na condição padrão de concessão de visto, o visitante tem direito a múltiplas entradas no país, desde que não excedam 90 dias corridos, entretanto não é uma regra, vai depender da avaliação dos oficias da embaixada. A documentação exigida pode variar de acordo com algumas exigências do departamento de imigração da Austrália. Por isso, é essencial que todo o procedimento de obtenção seja feito por meio de uma agência especializada.

No caso da Nova Zelândia, o brasileiro não necessita emitir um visto de turismo, pois é considerado Waiver Country. No entanto, esse acesso ao país é permitido para o prazo de até 90 dias, podendo ser estendido para 6 meses. E dentro da vigência desse prazo, o viajante pode estudar até 12 semanas, porém, não há nenhuma possibilidade de trabalhar legalmente nessa condição no país.

Visto de trabalho

Quem concluir uma graduação na Austrália ou Nova Zelândia, tem a possibilidade de conseguir o Post Study Work Visa. Esse visto permite que recém-formados possam trabalhar após a conclusão do curso (graduação, mestrado ou doutorado).

Sem dúvidas, a oportunidade perfeita para aqueles que querem aproveitar mais uma temporada no local e conseguir boas oportunidades de emprego. Inclusive, conquistar a permanência no país por meio de outros tipos de vistos mais difíceis, como o de sponsor (patrocínio) ou o de imigração.

Tem direito ao Post Study Work Visa o estudante que concluir um curso universitário com duração igual ou maior a de 92 semanas. A validade dele varia entre dois a três anos, de acordo com o tempo de estudo na faculdade realizada.

Esses são os principais tipos de visto, tanto para visitar, morar e trabalhar na Austrália ou Nova Zelândia. Ainda há outras formas para conseguir isso, no entanto, essas são as mais comuns e de mais fácil acesso aos brasileiros que querem embarcar nessa jornada pela Oceania. Atualmente esses dois países são os que mais oferecem vantagens aos estudantes do Brasil, tanto pelas similaridades do clima, valores e estilo de vida de seus habitantes. Não perca tempo e boa viagem!

Curtiu o post? Quer saber, na prática, como funciona a emissão de todos os tipos de visto para a Austrália e para a Nova Zelândia? Somos a agência mais completa do Brasil para esse tipo de serviço. Entre em contato com a Australian Centre agora mesmo e vamos preparar tudo para a maior aventura da sua vida.

Mail