Saiba mais sobre o trabalho pós-estudo na Nova Zelândia

A Nova Zelândia é um dos destinos mais visados por pessoas que buscam melhores oportunidades e qualidade de vida. Os imigrantes já correspondem a, aproximadamente, 15% da população neozelandeza. Isso faz com que o país tenha uma das maiores quantidades de estrangeiros em relação ao número total de habitantes.

Não é para menos: a pequena região alia belezas naturais e um clima agradável à possibilidade de aperfeiçoamento da língua inglesa e desenvolvimento profissional. O local também conta com instituições de ensino de qualidade e reconhecidas internacionalmente — tanto que os imigrantes representam uma bela fatia do número de estudantes no país, chegando a cerca de 15% deles.

Porém, no ano de 2018, algumas mudanças nas leis que regulamentam a aquisição de visto pós-estudos trouxeram alterações significativas aos critérios de seleção e tempo de permanência para os estudantes estrangeiros que desejam permanecer trabalhando no local.

Confira o conteúdo a seguir e descubra o que mudou na concessão de visto de trabalho pós-estudo na Nova Zelândia!

O que é o visto de trabalho pós-estudo na Nova Zelândia?

O visto de trabalho pós-estudo (em inglês, post-study working visa) é, como o nome demonstra, uma autorização para que imigrantes que concluíram seus estudos na Nova Zelândia permaneçam no país de forma legalizada. Assim, eles têm a chance de se inserirem no mercado de trabalho formal.

Esse tipo de visto já existia no país, mas o site oficial da imigração neozelandeza divulgou, em agosto de 2018, mudanças nos critérios de concessão em relação ao tempo de permanência e ao nível de qualificação. As novas regras foram aprovadas pelo Governo após uma consulta pública.

O que mudou no visto de trabalho pós-estudos?

As novas condições necessárias para obter o visto de trabalho pós-estudo estão em vigor desde o dia 26 de novembro de 2018. De acordo com o novo Governo da Nova Zelândia, regras mais rígidas permitem valorizar profissionais qualificados, com o objetivo de prezar mais pela qualidade da atuação do que pela quantidade de mão de obra no mercado.

Isso estaria alinhado ao objetivo do novo Governo de atrair profissionais com as habilidades das quais o país realmente precisa, de acordo com a demanda dos serviços e as profissões mais escassas.

Uma das principais mudanças ocorridas diz respeito ao visto pós-estudo assistido pelo empregador (employer-assisted post-study working visa). Nessa modalidade, a concessão do visto estava condicionada ao vínculo empregatício da pessoa a uma empresa em específico.

Esse tipo de visto foi banido, visando evitar a exploração dos imigrantes. A partir de novembro, as permissões de trabalho serão concedidas aos estrangeiros elegíveis sem que seja necessária a existência da garantia de uma vaga de emprego.

Antes das alterações, estudantes de outros países que cursavam pós-graduação (qualificação nível 8) na Nova Zelândia podiam solicitar vistos de trabalho ou de estudante para seus cônjuges e filhos. Com as novas regras, apenas alunos de áreas cuja demanda no país seja alta podem requerer vistos para seus familiares. Vale ressaltar que os cursos de mestrado (nível 9) não foram afetados pela mudança.

Quais são as regras para conseguir o visto?

Os critérios para a obtenção do visto de trabalho pós-estudo variam de acordo com o nível de qualificação do intercambista, indo de um a três anos (ou mais). Entenda cada um deles a seguir!

Visto de um ano

O visto de trabalho pós-estudo com a validade de um ano pode ser obtido por estudantes de qualificações mais baixas (de 4 a 6 ou diplomas de nível 7). Para imigrantes graduados, é possível solicitar um ano adicional de visto, desde que estejam trabalhando, para registro em órgãos profissionais ou comerciais.

Visto de dois anos

O visto de dois anos é reservado aos estudantes que obtiverem qualificações de nível 4 a 6 ou diploma de nível 7 em qualquer cidade, exceto Auckland.

A regra vale exclusivamente para a modalidade presencial, desde que a conclusão do curso ocorra até o final de 2021. Essa é uma medida que incentiva aos profissionais uma atuação de forma local, evitando a centralização da mão de obra qualificada na capital do país.

Visto de três anos

O visto de trabalho pós-estudo de três anos, por sua vez, é reservado aos estudantes com qualificações mais altas. Trata-se do caso dos bacharelados de nível 7 e cursos de pós-graduação.

Quem pode solicitar esse tipo de visto?

Não houve mudanças em relação aos critérios de elegibilidade para um visto de trabalho pós-estudo na Nova Zelândia. Diante disso, segue-se a mesma regra aplicável nos anos anteriores à implementação das novas condições:

  • ter concluído uma qualificação de nível 7 na Nova Zelândia, com duração mínima de 30 semanas;
  • ter concluído uma qualificação dos níveis 4 a 6 na Nova Zelândia, com duração mínima de 60 semanas;
  • ter concluído duas qualificações de níveis 4 a 6 na Nova Zelândia, de 30 semanas cada, resultando em 60 semanas cursadas — desde que a segunda qualificação seja de nível superior ao primeiro.

Vale ressaltar que tais mudanças não afetarão os alunos intercambistas que têm um visto de trabalho pós-estudo solicitado no período anterior a 26 de novembro de 2018. Nesses casos, as regras continuam as mesmas: visto de um ano de trabalho aberto ou visto do tipo employer assisted, de dois anos.

Após a data de alteração da regra, essas pessoas também podem ser elegíveis ao novo visto de trabalho pós-estudo sem vínculo com empregadores. O período de concessão vai variar de acordo com as condições citadas no tópico anterior.

Se você está pensando em estudar e trabalhar na Nova Zelândia, agora já pode se planejar para alcançar qualificações ainda mais altas e se tornar elegível a um visto de trabalho pós-estudo.

Fazer intercâmbio na Nova Zelândia é uma grande oportunidade para abrir portas em sua carreira — e não só no Brasil! Lembre-se: um visto de trabalho pós-estudo na Nova Zelândia pode representar grandes mudanças de vida e evoluções em sua trajetória profissional.

Que tal começar a trilhar esse caminho de sucesso agora mesmo? Nós, da Australian Centre, podemos ajudar. Entre em contato conosco e saiba mais sobre o intercâmbio dos seus sonhos!

Mail